ENTREVISTA A SUSANA PEREIRA

Susana Pereira, professora, 39 anos, foi eleita a 29 de Setembro coma Presidente da Junta de Freguesia de Riba de Ave. Volvidos 9 meses sabre o ato eleitoral, entrevistamo-la neste primeiro numero do jornal da nossa Vila para um primeiro balanço de mandato.

Passam 9 meses desde que foi eleita Presidente da Junta de Freguesia de Riba de Ave.Qual e o balanço do mandato até ao momento?

Susana Pereira:Tern sido meses de um trabalho intensivo para pormos em marcha os projetos que propusemos aos cidadãos de Riba de Ave. E sempre complexo conciliarmos a vida pessoal, familiar e profissional que os três membros deste Executivo tern, com o compromisso de serviço a comunidade que assumimos. Mas e um trabalho extremamente gratificante, ao vermos que estamos a conseguir dar seguimento aquilo que propusemos aos cidadãos. Quando vemos o sorriso das crianças nas atividades que promovemos ou apoiamos, quando ouvimos palavras de incentivo dos ribadavenses, quando vemos a adesão dos cidadãos de Riba de Ave aos projetos que propomos sentimos que o trabalho que fazemos vale a pena.

Quais terão sido as principais prioridades do trabalho desenvolvido?

SP: 0 grande foco do nosso trabalho tern sido o da dinamização da vida cultural e cívica de Riba de Ave.Para isso, temos desenvolvido um trabalho continuado de proximidade e articula<;ao com as instituições de Riba de Ave, dos bombeiros as Escolas, passando pela Biblioteca, o RAHC, a lgreja ou a Fundação Narciso Ferreira. Entendemos ser nosso papel apoiar e potenciar o desenvolvimento da ação de todas as instituições de Riba de Ave e temos procurado e mantido sempre as portas abertas para todas as instituições da nossa Vila. Ao mesmo tempo, temos sido incansáveis na procura de meios e apoios para os projetos de maior envergadura a que nos propusemos…

Em que ponto estão as obras que defendeu no seu programa eleitoral?

SP: A ampliação do cemitério esta pronta a avançar, reunidos que estão os meios para a fazer. Foi-nos levantado uma questão de natureza jurídica que estamos certos que sera resolvida em breve, para concretizarmos esta obra de enorme relevo para Riba de Ave. Estamos a trabalhar para por em marcha outros projetos, em dialogo com as partes envolvidas, em particular a Camara Municipal, que tern sido sensível as nossas preocupações.

Qual tem sido o papel da Junta de Freguesia no novo Quartel dos Bombeiros e na requalificação do Hospital?

SP: Essas são obras muito importantes para Riba de Ave, que não estão sob a alçada da Junta de Freguesia. No entanto, temos dado todo o apoio naquilo que nos compete. As obras que referiu, e muitas outras, tern exigido também de n6s investimento, nos passeios, acessibilidades, etc. Temos desenvolvido um trabalho profícuo com as partes envolvidas para encontrar sempre as soluções que sirvam melhor o interesse de Riba de Ave.

As comemorações do 25 de Abril foram um ponto alto da atividade da Junta de Freguesia, este ano. Porque esta atenção?

SP: Os 40 anos de Democracia são um marco muito importante para o nosso país e para Riba de Ave em particular. Temos consciência e valorizamos a História de Riba de Ave na luta pela liberdade, pelo forte caracter industrial que a Vila tern. Foi para honrar esse passado,e com espírito de abertura a diferentes sensibilidades, que preparamos as comemorações, que tiveram uma vertente desportiva e social, com a tradicional caminhada solidaria, mas também educativa, com o convite que fizemos ao Partido Comunista para aqui trazer a exposição sabre o centenário de Alvaro Cunhal e a palestra com o Professor Pacheco Pereira. Houve também uma componente artística, com a criação de um painel de graffitti, feito par um artista urbano e com o envolvimento dos jovens de Riba de Ave.

O trabalho com os mais jovens tem sido notório. Porquê essa preocupação?

SP: Devemos ter consciência que Riba de Ave e uma Vila excepcional, pelas diferentes instituições e valências que possui, fruto da riqueza do seu passado e generosidade espírito de comunidade dos cidadãos. E raro uma freguesia com a nossa dimensão usufruir no seu espaço de tantas e tao boas instituições educativas, culturais e desportivas coma temos. E nosso dever trabalharmos

com as Escolas, com a Biblioteca e com outras instituições que lidem com os mais novas para os envolver na vida da comunidade,valorizando uns e outros. Sei bem, ate pela minha profissão, da importância que tern o trabalho desenvolvido junta dos mais jovens, para os valorizar e complementar a educação formal com outras componentes de participação cívica e social, que são fundamentais para construirmos a sociedade do futuro.

A Junta de Freguesia têm também desempenhado um papel na area social e cultural.

SP: Pois claro! Estão neste momenta a decorrer as festas de Sao Pedro, um dos pontos altos do ano em Riba de Ave, festas que a Junta de Freguesia apoia com tudo o que esta ao seu alcance. Mas temos também o passeio da freguesia, no próximo mês, com inscrições que preenchem ja 6 autocarros! Estamos a trabalhar para continuar esta dinâmica intensa na nossa vila, que beneficiara todos os habitantes de Riba de Ave. Haverá novidades em breve. A nossa vila sai valorizada e com maior atratividade e visibilidade!