A origem do nome de Riba de Ave vem do português antigo. “Ave” significava curso de água e “Riba” é uma derivação da palavra latina “Ripa” que significa margem.2

Segundo o autor José Correia do Souto, Riba de Ave “é tão antiga como a Nacionalidade”. No entanto, durante a maioria da sua História, pouco mais foi do que um pequeno lugarejo, perdido no Vale do Ave. Durante o século IX, Riba de Ave fazia parte de uma região alti-medieva chamada de “Ripa Ave”. A primeira referência a Riba de Ave como freguesia surge durante as Inquirições de 1220 sob o nome de “Sancto Petro de Inter Ambas as Aves”. Outra referência surge em 1258 à sua igreja (eclesi Sancti Petri Ripe Ave).2

Riba de Ave pertencia na altura à Terra de Vermoim, uma região que, a partir de 19 de Setembro de 1410, passou a fazer parte aos domínios do oitavo Conde de Barcelos, filho bastardo do rei D. João I.2

Em 1550, uma nova referência surge à freguesia em consequência de uma disputa de terras entre o beneficiário da igreja local e os párocos de Serzedelo e Guardizela em consequência da delimitação entre freguesias.3

De entre todas as freguesias da região, Riba de Ave é a única que mantém a toponímia original desde a Idade Média.